BEDA – Você viu ele passar?

Agosto chega ao fim, contrariando a lenda de que é o mês mais longo do calendário. Sou obrigada a discordar. O meu agosto passou numa velocidade luz me atropelando, deixando-me zonza até agora. Perdi vários compromissos pois minha mente não acompanhou essa velocidade. Talvez o problema esteja comigo e não com ele.

Trago como argumento de defesa, o estudo feito por cientistas que concordam sobre a aceleração do tempo, reduzindo nossos já parcas vinte e quatro horas. Acordo mais cedo, durmo mais tarde e não tenho dado conta do que preciso realizar. Tenho vivido numa ansiedade infinda e isso gera mal estar, cansaço físico e mental. Tenho consicência de que a idade também colabora afinal, a energia que temos aos vinte anos não é a mesmo aos cinquenta, quase beirando os sessenta. Por mais que tenha me cuidado, sei que o ritmo não será mais o mesmo.

Quando o sociólogo italiano, Domenico De Masi surgiu em 2000 com seu Ócio criativo, fiquei entusiasmada com o conceito: equilibrar os três elementos trabalho, estudo e jogo (ou lazer). Na teoria isso é a perfeição, o ideal para se viver bem. Pena que a realidade joga em nossas caras que não estamos inclusos e preparados. A realidade da maioria é sufocante e apoiada apenas no trabalho, com o agravante de ser mal remunerado. Muitos adoecem, comprometendo ainda mais o parco salário.

Hoje a tarde, lembrei de um clássico lido há uns vinte anos. Momo e o senhor do tempo, de Michael Ende tem como temática o roubo do precioso tempo nas vidas dos moradores daquele local. A situação da fantasia me faz refletir que, infelizmente, retrata o que vivenciamos na atualidade. Somos encurralados pelos “Homens cinzentos” que roubam nosso tempo, nosso prazer em viver e nossa paz de espírito. Anseio pela vinda de Momo, a garotinha que tinha o dom de ouvir as pessoas e através dessa qualidade, perdida entre os demais, resgatou a alegria e o poder de cada um controlar o uso de seu tempo.

Penso que acabei me perdendo em divagações e desperdiçei o pouco de meu tempo tentando escrever minha última postagem do mês que, por falta de tempo, infelizmente deixei de postar diariamente. E meu cérebro teima em cantarolar a canção de Caetano:

Tempo, tempo, tempo, teempooo…

Esse texto faz parte da blogagem coletiva BEDA Blog Every Day August

Participam comigo:

Claudia Leonardi – Darlene Regina – Lunna Guedes – Mariana Gouveia – Obdulio Ortega Nuñes – Suzana Martins

Por pura falta de tempo, essa postagem não terá uma imagem.

Publicidade

3 comentários sobre “BEDA – Você viu ele passar?

  1. Eu nunca me relacionei com o tempo, mas o agosto passou por mim ou eu por ele, nem sei. Foi produtivo, mas eu me enrolei um pouco e algumas coisas acumularam. Mas eu consegui os 31 posts de Catarina (ufa)

    Mas eu desacelerei nesse setembro e decidi que o meu Setembro começará na próxima segunda e fim. rs

    bom fim de semana, cara mia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s