6 on 6 – Vistas

Já tive meus momentos de sair com uma câmera fotográfica em mãos, e fotografar tudo o que meus olhos captavam. Com o passar dos dias, meses, anos, deixei a máquina perdida na gaveta e o smartphone ganhou espaço em minhas mãos e olhos para registrar momentos, pessoas e situações interessantes. O medo de assalto fez eu perder esse hábito. Que pena…Deixei de registrar muitas coisas legais mas, ainda tenho muitas fotos arquivadas. São registros de meu olhar, do que compreendo e transformo em algo real ou irreal.

Em minhas viagens (que saudades!), o que mais gosto é a primeira impressão causada ao olhar da janela ou varanda do quarto de hotel, o que se descortina às minhas cansadas mas ainda curiosas retinas. Observar a paisagem a ser desbravada e conhecida. Sentir o ar, os cheiros, o novo. Depois, sair para caminhar a pé e conhecer de perto a cidade que me acolhe.

Olhar para essa imensidão de água, reverenciar a natureza e tudo o que ela nos oferta, sentir o cheiro salgado que vem dele e se embriagar de tamanha beleza. Nas águas da ilha de Itaparica, encharquei a alma e reconheci minha pequenez.

Num passeio solitário, em Paraty, a caminho da praia de Jabaquara, encontrei essa pedra curiosa e não resisti, registrei e ri muito. No meio do caminho tinha uma pedra… Pedra? E desde quando pedra tem rosto?

Esse clique foi de uma estadia na cidade do Rio de Janeiro, visita ao Museu da República. Frase que ainda permanece atual…Infelizmente.

Em minha urbanidade, sempre gostei de apreciar a arquitetura e suas linhas. Numa visita à Biblioteca Parque Villa-Lobos, passei minutos em silêncio, absorvendo sua beleza e o que tem a oferecer: leitura, lazer, conhecimento. Quero voltar lá!

Quinta-feira passada, acompanhei minha irmã até a Santa Casa de Misericórdia e, enquanto ela fazia um exame, saí para dar uma volta nos jardins e registrei essa beleza em meio aos conjuntos de tijolos em estilo gótico.

Sempre encontro a paz em meio a isso tudo!

Esse texto faz parte do Projeto Scenarium 6 on 6

Participam: Lunna GuedesMariana GouveiaObdulio Nuñes Ortega

Imagens: acervo pessoal

6 comentários sobre “6 on 6 – Vistas

  1. Grandes registros, Roseli! Algumas pedras só faltam falar. Lima Barreto era louco! Ou seja, alguém com tanta clarividência que o que dizia parecia fora de propósito, anacrônico. Achei linda a foto no mar!

  2. Uau, que delícia de registros. Uma viagem dentro da sua viagem. E essa última fotografia lembrou-me de uma ida minha até a Santa Casa. Enquanto a pessoa passava por exames, eu andava ao redor e fiz vários cliques alô na região.

    • Obrigada. A Santa Casa é um local especial para mim. Tive uma tia avó que foi freira e residia lá. Desde pequena, sempre explorei seus prédios e subsolos. Palco para muitas histórias…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s