O dia em que a casa quase caiu

Uma moradia não é apenas uma junção de materiais. Assim como nosso corpo – máquina complexa com diversas funções específicas -, uma casa também é um organismo vivo. Estrala, dilata, encolhe conforme a temperatura. Recebe infiltração, pode rachar, adoece. Sempre comentei com familiares e amigos que uma casa não requer gasto, mas sim, investimento e cuidados paliativos.

Semana passada, estava na casa de minha mãe. Tirei uns dias para usufruir sua companhia e de minhas irmãs e tia. Casa espaçosa com treze cômodos mais garagem, jardim extenso, quintal e área de serviço. Recentemente observei diversas rachaduras e infiltrações. Notei que o jardim estava se movendo de lugar com deslocamento do piso. O teto da garagem se desprendendo da área social. Que medo!

Durante essa semana, um dos chuveiros explodiu com minha irmã debaixo dele. Foi por um triz que ela não recebeu carga de choque. Na sala, minha outra irmã gritou pedindo socorro. As lâmpadas estavam estourando e cheirando a queimado. Socorri e desligamos a chave que comanda essa parte da casa. A casa estava agonizando e gritando por socorro. Providenciamos um eletricista para avaliar toda rede elétrica da casa e fazer as devidas mudanças.

Ao avaliar para diagnosticar o problema, verificou que não havia um, mas vários problemas a resolver. A fiação elétrica interna era toda constituida de “gatos” feitos com fio de fone de ouvido… Oiii???? Fio 220 onde não deveria e onde deveria, ausente.

A casa deixou o eletricista de cabelos em pé, mesmo sendo careca. Observou que a calha que percorre a casa, foi instalada de forma errada, daí, a infiltração. Ah, como se não bastasse, no forro da casa, ele encontrou diversos ninhos de formigas. Socorrooo!!!!

Diante de todas essas informações, pensei: Tudo isso porque a família – antiga proprietária -tinha vários engenheiros. Bem diz o antigo ditado: Casa de ferreiro, espeto de pau. Lembrei do filme Um dia a casa cai. O jeito foi rir para não chorar nem sentir a casa desabar em cima de nós. Em breve, com os cuidados emergenciais que estamos aplicando agora, a casa voltará a respirar saudável e continuar a nos proporcionar segurança e alegrias. Mas olha, essa foi por pouco!

Imagem licenciada: Shutterstock

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s