Divagando sobre o menestrel

osvaldo-montenegro

Tem canções que nos embalam e transmitem coisas tão boas ao nosso espírito que, francamente, não sei como ainda existe pessoas que não gostam de ouvir música seja ela que ritmo for.

Nesse exato momento em que escrevo, ouço Oswaldo Montenegro, o menestrel do século 20.

Sou fã desde que ele surgiu pela primeira vez no Festival da música brasileira lá pelos idos de… Ah, deixa pra lá.

Bandolins, sua canção que pegou terceiro lugar no Festival que agora lembrei (minto, pesquisei no Santo Google), Festival 79 da extinta TV Tupi, que perdeu para a canção de Dominguinhos e Manduka “Quem me levará sou eu”, interpretada por Fagner (Roseli também é cultura)…Eita! Divaguei, o que falava mesmo?

Ah! Lembrei! Xiiii, tem alemão rondando a tia aqui! Xô deutsch! Xô!

Lembrei! Então, desde que o vi e ouvi na telinha – não da Plin!Plin! mas da outra, a concorrente, a Tupi, a do indinho – fiquei fascinada por sua voz potente e pela letra que é bárbara e por sua feiura bela – cabeludo, barbudo, másculo, ai,ai, pirei na batatinha! Virei fã!

De lá pra cá fui colecionando seus LPs, seus CDs, seus DVDs e shows e musicais. Quando nos idos da década de 90, fui convidada por uma colega da faculdade a ir com ela assistir ao musical  Noturno, simplesmente desbundei de vez. Saí de lá extasiada, com vontade de sair dançando pelas ruas da cidade e cantando feito seus personagens. E as canções desse musical então? E a interpretação e arranjo do grupo com a música But i still do U2? Delirante!

Gostei tanto desse musical que assisti mais duas vezes e ainda pretendo assistir mais. Identificação total!

Anos mais tarde pude ver o musical Léo e Bia e foi a mesma sensação de querer levantar do assento e subir ao palco para fazer parte do elenco e cantar e cantar e cantar. Pena que não tenho voz e seja tímida. Mas que maravilha!

Engraçado, lembrei de uma famosa frase dele, o Montenegro, em seus shows quando começa a falar com a platéia “Mas não era nada disso que queria falar” porque na realidade, já nem sei mais o que queria falar a não ser do quanto gosto do som que ele faz. Não vou discorrer mais não até mesmo porque, estou cansada, é final de sexta-feira e quase no meu horário de raspar daqui e iniciar meu fim de semana. Mas que gosto dele… Ahhhhhhh Gosto!

Fui galera!

Anúncios

3 comentários sobre “Divagando sobre o menestrel

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s