Happy birthday to you!

Não é tristeza o que sinto no momento.

É… Não sei traduzir em palavras, mas chega quase a ser uma não existência. Uma sensação de morte em vida, pois vida, significa pulsar o coração, correr o sangue nas artérias, mover os músculos do corpo, piscar os olhos diante das novidades, o cérebro registrar tudo o que chega aos seus arquivos.

A data de hoje – piscando em neon – não causa nenhuma reação às minhas retinas embaçadas, sem lubrificação. Secas feito meu coração que emudeceu no instante em que matei você em minha vida.

E a tela continua a brilhar e a piscar me convidando para sua festa ao qual não fui convidada. Nem por você, nem por mim. Neguei minha participação em sua existência.

Pensei ser fácil te arrancar de minha vida zerando álbuns de fotografia, excluindo-te de minhas redes sociais, apagando nossas inúmeras e intensas conversas online, seu número de telefone do meu celular, queimando seus poemas que tanto amava ler e reler e reler…

Tudo em vão.

Ontem, ao deitar a cabeça no travesseiro, a primeira coisa que me veio à mente foi sua imagem. Nítida. Senti seu cheiro no ar como todas as vezes em que ficamos juntos sorvendo a intimidade de nossos corpos.

Teletransportei-me à sua casa, adentrei a intimidade de seu quarto, te vi sentado à cama, te envolvi e depositei carinhosamente um ósculo em sua testa. Como sempre gostava de fazer toda vez que nos amávamos.

Lembra?

Você ficava bravo com essa minha atitude. Dizia que isso era coisa de mãe e mãe, você já tinha uma.

Ria de sua indignação e tornava a pegar entre minhas mãos sua cabeça e, novamente te beijava até você amolecer diante de minha genuína demonstração de amor e se rendia de corpo e alma a mim, fêmea sedenta de seu corpo e alma.

Hoje, ao acordar, também foi meu primeiro pensamento: você, seu aniversário.

E o dia passou despertando várias vezes o desejo quase doentio de te ligar como se nada houvesse acontecido e compartilhar sua alegria comigo. Como fazíamos anos atrás.

Feito adicto, me peguei inúmeras vezes pegando o celular e teclando seu número que mesmo apagado da agenda, tenho gravado na memória. Mãos trêmulas, sudorese inundando a palma das mãos, respiração entrecortada, boca seca. Quando dava pelo ato falho, jogava longe o celular como se tivesse recebido um choque de 500 watts.

Desejava chorar, mas as lágrimas – até elas – se negam a me fazer companhia na data de hoje.

Cansada, deito-me encolhida abraçada a mim mesma. Só percebo que anoiteceu novamente por conta da penumbra que inundou o quarto. Um som de piano ao longe serve de trilha sonora para esse momento: um lamento.

A voz de Pedro Mariano cantando Roberto Carlos… seu cantor preferido.

Aos poucos uma comporta se abre no peito deixando vir a tona toda antiga tristeza que seu amor me trás. Uma tímida lágrima inaugura o percurso.

Em seguida outra, e outra e outra até se transformar num esgar intermitente de emoções represadas por meses tentando ser-te indiferente. Um grunhido animalesco sai de minhas entranhas e toma conta do ambiente.

Transformo-me em loba desesperada por sua prenha perdida. Grito até perder as forças caindo num estado de transe hipnótico.

Silêncio.

Olhos parados, secos, lágrimas escorridas, boca aberta babando saliva e uma frase inaudita:

Happy birthday to you!

 

Imagem: Dreamstime

vídeo: Youtube (Fátima Ferreira)

Anúncios

9 comentários sobre “Happy birthday to you!

    • Olha só o Robertão e Pedro me inspirando! Eita que foi punk parir esse texto mas enquanto não vomitei ele, não tive sossego. Bom demais!!! Adorei te ver por aqui Neli! Saudade docê mulher!
      Bj

  1. Oi, Roseli, aqui eu catando milho pelo iPod e suspirando… Ah, como eu sei como é sentir tudo isso…. Derruba a gente um pouco, mas passa.
    Lindo!
    Beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s