Solilóquio (com João)

s-joaoNoite alta, noite escura

Olho pro alto e peço um dedo de prosa

Com ele, o Santo do dia

Meu querido São João, olhe por essa

que sendo sua cria, clama!

Tenha piedade dessa mimosa,

Que dessa vida só quer ser amada

Cansei de cilada!

João, chega mais! Desejo te confidenciar

Só quero amar, ser amada, reverenciada

Pode ser por um João, um Carlão

Pode até mesmo ser um Sebastião.

Se por acaso, só sobrar um Osmar,

um Waldemar, quem sabe Laurimar,

acredite, não vou reclamar.

Desde que o moço se apresente

com compostura, elegante na simplicidade,

devoto,cumpridor de seus compromissos,

que na relação, jamais seja omisso

e que faça jus ao nosso compromisso.

Joãozinho, chega mais, quero te falar

É que meu Santo…

Meus junhos têm passado rápido,

Minhas vontades aumentado,

Uma querença imensa tem se instalado

Bem aqui ó!

 

Ai, como dizer sem ferir sua santidade,

sabe santinho, já estou passando da idade

e tem coisas que ansim, ansim…

Entende?

Não?

Pergunta pro Antonio, aquele desaforado!

 

Rezei tanto, fui até sua igreja original

fiz minhas preces, meus pedidos e ele,

acho que meio fodido (ah, não tapa os ouvidos não!)

de tanto ouvir perrengas das encalhadas por esse mundão,

ignorou meu pedido

Joãozinho, olha só

serei sua eterna agradecida e por conta desse apreço,

prometo angariar mais e mais devotas

Acredite: será o santo mais popular por aqui

Nem São Jorge, com toda sua força será páreo pra ti

Suas novenas, terão muitas cantilenas

suas bandeiras, serão as mais coloridas

sua fogueira que já é imensa

será permanentemente alimentada porque olhe,

a mulherada aqui tá pegando um fogo só!

 Então…

“Moça, deixou seu lencinho cair lá atrás.

Catei e senti seu perfume!

Quase caí pra trás! Delícia, fui às alturas!

Tal formosura, seu andar, sua desenvoltura

Seu quadril desliza e tem uma cadência…

Não tome como indecência, eu…”

 Quer dançar?

A quadrilha já começou

Muito grata pelo elogio

Gostei de você, moço garboso,

educado e muito, muito charmoso

Fique com meu lencinho

como prova de meu carinho…

“Olha pro céu meu amor
Veja como ele está lindo
Olha pra’quele balão multicor
Que lá no céu vai sumindo

Foi numa noite
Igual a esta 
Que tu me deste
O teu coração
O céu estava
Todinho em festa
Pois era noite de São João
Havia balões no ar
Xote e baião no salão
E no terreiro o seu olhar
Que incendiou meu coração”

Tu é poderoso hein João!

Letra: Olha pro céu meu amor

Composição: José Fernandes e Luiz Gonzaga

Anúncios

16 comentários sobre “Solilóquio (com João)

  1. Minha flor, a beleza está onde poucos conseguem ver, mas quando alguém consegue encontrá-la não a perde mais de vista! Certamente que há, em algum lugar, aquele que verá em ti tudo o que procura. Gr. Bj.!

  2. Nossa gostei demais, Roseli!
    Com todo ritmo, rimas, linguagem e versos singelos tão característicos do nosso São João. Meus parabéns! Me identifico muito com todo esse imaginário bem nordeste, sertão…
    Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s