Inseparável simbiose

marbravo2v

Sentada na encosta observo o mar

batendo incessantemente nas pedras.

Percebo que sou como elas, as águas.

Sua indiferença é como esse paredão

Inabalável. Imóvel. Muda.

Eu, enquanto água, me jogo, te ataco, estapeio,

espirro de tanto amoródio por ti.

Arrebento-me toda e,

em moléculas quebradas, volto ao ponto inicial.

Você segue sua vida intacto.

Eu, sigo remendando os cacos das quedas.

E permanecemos assim, anos a fio

Você irredutível

Eu, mar bravio

Você intocável

Eu, implacável

Você glacial

Eu, vulcânica

Inseparável simbiose

 

Imagem:  Mar bravo, Pedro Mendes

 

 

 

Anúncios

16 comentários sobre “Inseparável simbiose

  1. Em toda simbiose há vantagens recíprocas. Pra mim teus versos foram como reflexo da minha realidade. Na verdade uma identificação quase dolorida…

    Lindo Rose! Gr. Bj.!

    • Oh Vinícius, não sabe o quanto me alegra ler isso sobre meus escritos. Obrigada, de coração. Só me dá forças para continuar a escrever mais e melhor. Seja muito bem vindo a esse espaço!
      Abraço,

  2. Inseparável simbiose, que lindo Roseli! Tudo iradamente harmonioso: texto, imagem, significado. É o caos justo, certo, necessário. Bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s