Fluidez

Abre-se a fenda, jorra o líquido quente, pele dormente.

Observo num misto de surpresa, dor, curiosidade

Penetro naquele carmim, vejo que já não caibo em mim

Anseio sair desse invólucro carnal dessa vida nada consegui,

nada desejo levar.

foi mal.

Admiro as vias que o sangue desenha em meu braço,

cansaço.

Imagino que através dessas rodovias, posso

finalmente encontrar paz.

Quem sabe noutra esfera,

Aqui? Tudo exaspera

Sinto frio, visão turva

deixo a carcaça escorregar

mansamente

Nossa música toca

ao longe

Despedida.

Medida da paixão, Lenine.

Cantamos tanto,

nos amamos tanto…

Hoje,

restou a paixão

desmedida

Perdi a mão,

sua paixão,

Solidão

Poça

Sangue

 

 

E

a

c

a

n

ç

ã

o

t

o

c

a

n

d

o

a

o

l

o

n

g

e.

 

 

Anúncios

12 comentários sobre “Fluidez

      • Menino! Agora abalou minhas estruturas, rsrs
        Que canção linda! Não conhecia. Obrigada mesmo. Sabe, tenho uma certa reserva, um certo medo de me intitular “poeta”. Talvez seja medo de encarar a responsabilidade de escrever. Enquanto “brinco” apenas, fico na irresponsabilidade de criança. Acho que você entende meu ponto de vista.Valeu!!
        Abraço!

    • Concordo com você Clara, Lenine é tudo de bom mesmo! Ouço todos os dias e essa canção em especial, me toca muito. Grata pela visita e comentário. Uma ótima semana pra você também.
      Bjs

    • Cris não sou masoquista não, mas até a dor tem uma beleza toda peculiar. E a gente vai malhando ela feito ferro em brasa até que ela se afine e c’est fini! kkk deu rima! tô ficando boa nisso!
      Bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s