Soberba

soberba

Passeei pela tarde superaquecida

por raios solares que teimam em nos castigar

E pelas farpas venenosas de seres humanos

que insistem em se achar superiores aos demais.

O calor dos raios solares ainda se consegue amainar

através do ar condicionado ou ventiladores potentes.

Já a soberba humana…

Anúncios

14 comentários sobre “Soberba

  1. As farpas venenosas dos seres humanos são as mais doloridas por que diferente de picadas de cobras e bichos venenosos estes apenas estão se protegendo e se defendendo, diferente do ser humano que destila seu veneno por motivos dos mais mesquinhos possíveis.
    Cafunes e Luz, muita Luz.

  2. Roseli, tinha (ou tem, kkk!) uma música bem antigona que dizia: “O infarte lhe pega doutor e acaba essa banca.” Sei que é de uma cantora, mas não me lembro de nenhuma referência, mas a letra da música é bem “eficiente” porque cada vez que vejo um “militante da soberba humana” me vem a música na cabeça.
    Adorei esse post.
    Um beijo,
    Manoel

    • Excelente lembrança meu amigo! Sei que música é essa pois quem canta é minha musa: Elis Regina e seu compositor é Billy Blanco. Cai como uma luva! Olha só na íntegra:

      A banca do distinto

      Não fala com pobre, não dá mão a preto, não carrega embrulho
      Prá que tanta pose doutor?
      Prá que esse orgulho?
      A bruxa que é cega, esbarra na gente, a vida estanca
      O infarto te pega doutor, acaba essa banca

      A vaidade é assim, põe o tonto no alto, retira a escada
      Fica por perto esperando sentada
      Mais cedo ou mais tarde ele acaba no chão
      Mais alto o coqueiro, maior é o tombo do tonto
      Afinal, todo mundo é igual, quando o tombo termina
      Com terra por cima e na horizontal

      Não fala com pobre, não dá mão a preto, não carrega embrulho
      Prá que tanta pose doutor?
      Prá que esse orgulho?
      A bruxa que é cega, esbarra na gente, a vida estanca
      Trombose te pega doutor, acaba essa banca

      A vaidade é assim, põe o tonto no alto retira a escada
      Fica por perto esperando sentada
      Cedo ou tarde ele acaba no chão
      Mais alto o coqueiro maior é o tombo do coco afinal
      Todo mundo é igual quando o tombo termina
      Com terra por cima e na horizontal

      L

  3. Rose,

    Para esta é necessário um exercício diário de esvaziamento. Só com muita luta minha querida, que aliás é a luta mais cruel que podemos enfrentar, a luta contra nossa natureza.

    Gr. Bj.!

    • Tem razão Cris! Tenho consciência de que não sou perfeita, aliás, ninguém o é mas, diariamente procuro ser uma pessoa melhor e tenho horror a esse tipo de conduta. E olha que tenho convivido com algumas pessoas que se encaixam perfeitamente nessas linhas e o pior, são pessoas até queridas por mim mas que tenho de dar um baile para conviver de boa. Procuro na medida do possível orientar para que elas desçam do pedestal mas como cada um segue seu livre-arbítrio… Paciência!
      Bjs

      • Roseli, meus neurônios ficaram muito contentes com essa grande obra social que você fez por eles. Já começaram a contar continuamente a música. Putz, também do Billy Blanco a gente só espera composições muito boas. Muito obrigado por sua especial atenção.
        Um beijo,
        Manô

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s