O mal é a sede!

Hebe

Nessa hora tão prazerosa, dispo-me das atribulações diárias, tranco as gavetas, guardo os manuais no armário e abro por completo minha mente e minha alma. Biblioteca silenciosa, fileiras intermináveis de livros a testemunhar minha intenção de criar.

Atrás de mim, uma deusa grega vela por mim.

Hebe, deusa da juventude, cria de Zeus e Hera, veio de longe para me inspirar. Seu semblante sereno me instiga a imaginar o que será que viveu em sua vida de musa.

Mas não era sobre ela que queria falar. Mas confesso a vocês que daria uma boa história. Observo pela minha vista periférica que ela sorri timidamente enquanto faço minhas indagações.

Um movimento na porta me tira a concentração e desloco meus olhos para ver o que se passa.

Um sorriso se esboça ao ver do que se trata. Uma fila de alunos da terceira série do ensino fundamental I se encontra parada no corredor bem de frente a biblioteca. Aguardam a outra classe sair da biblioteca infantil para entrarem. Enquanto esperam, um grupo de alunas colocam seus rostinhos suados do recreio, no vão da porta para sentirem o fresquinho do ar condicionado. Uma das garotas me chama a atenção pela expressão de prazer e alívio por sentir esse geladinho tão cobiçado nesses dias de intenso calor. Me distraio com elas até que me dou conta que estão acenando para mim. Sorrio e retribuo.

Uma classe adentrou a biblioteca e me impede de continuar as divagações pré escrita. Professora fala alto!

Confesso que fico um pouco irritada! Não pelo fato em si de entrarem na biblioteca. Não mesmo afinal, ela existe para que utilizem e sempre fico feliz em ver a mesma lotada de alunos.

O que me irrita é justamente a falta de educação da professora que entra, instala os alunos no chão em círculo, inicia uma roda de leitura e nem ao menos olha para mim. Devo fazer parte da mobília.

Paciência. Já devia de estar acostumada a esse comportamento que infelizmente, está cada dia mais comum. Mas é difícil pra mim lidar com isso pois sou de uma geração que foi educada a cumprimentar todos ao chegar a qualquer lugar. É bonito, é gostoso, é civilizado.

Mas hoje são outros tempos, outros valores (existem?), outras condutas. Acho que me tornei ultrapassada.

Volto minha atenção para a tela ainda em branco de meu computador. Sobre o que escrever mesmo?

Penso.

Novamente tenho minha mente dispersa pela movimentação dos alunos se levantando do chão e saindo da biblioteca. Vejo a professora entrando e vindo em minha direção.

Para, olha e pergunta se tem água. O que devo responder? Mato a infeliz que já está há quase seis horas dando aula ininterruptamente negando esse tão desejado copo d’água como desforra por me ignorar por completo ou dou-lhe um tapa de pelica oferecendo o líquido mais cobiçado do dia?

Ah! Hoje estou benevolente! Vá professora! Beba quantos copos desejar e aguentar. Sei que seu dia não foi nada fácil, sei que comandar uma sala de trinta alunos não é brincadeira.

Ao retornar, com carinha de saciada e até esboçando um largo sorriso, a professorinha diz:

– Você é privilegiada. Além de trabalhar nessa biblioteca linda, ainda tem ar condicionado e água gelada. Puxa! Isso sim é que é trabalhar bem. Minha sala de aula é quente demais, o ventilador barulhento deixando os alunos irritados e desconcentrados. Parabéns! Voltarei mais vezes a essa biblioteca. Bom fim de semana!

Impactada pela mudança radical de comportamento, demoro um pouco para responder e desejar bom fim de semana pra ela também.

Satisfeita em saber que aquele comportamento era motivado pela sede e calor, resolvo voltar minha atenção para o texto que ainda não consegui desenvolver.

Mas afinal, sobre o que queria escrever mesmo? Ah! Desisto. Hoje definitivamente não estou inspirada para escrever.

Desligo o computador, fecho a biblioteca pois já está na minha hora e sigo meu destino.

Segunda-feira tem mais!

Anúncios

12 comentários sobre “O mal é a sede!

    • Oi Gláuber! Que bom que gostou! Aliás, você é um dos que me acompanha e me incentiva muito a continuar. Virou freguês? Minha nossa agora sim é que tenho que perseguir a Iso 9000 e excelente literatura! rsrs Obrigada!

    • Mandy, obrigada pela visita,comentário e por seguir esse blog que tem a única pretensão de levar um pouco da minha escrita até vocês. Se estou agradando, é sinal que estou no caminho certo. Vou conhecer seu espaço também. Bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s