Bolero

Death Sandman Morte Vertigo Ankh Simbolo Vida PerpetuosParada no tempo estou.

Sei que se seguir em frente,

Enfrento.

Se permanecer onde estou,

Me vou.

Se retroceder meus passos,

Não vou.

As horas passam, a realidade puxa,

Ah essa bruxa!

Madrasta maldita que nos amaldiçoa,

Outras vezes abençoa.

Ela me ronda, ela te ronda,

Ela nos sonda.

A dor voltou. Perpassa o peito,

Atravessa a carne, dispara

o alarme.

De que algo não está bem.

Faço minhas preces, peço proteção,

Digo Amém.

Cai a noite, o silêncio presencia

minha agonia

De não estar nada bem.

Parada no tempo estou.

Racionalizo estratégias,

Penso em que armas usar,

para combater esse soldado valente.

Que ronda, me sonda, me quer.

Como se eu fosse uma vadia qualquer.

Quer me convencer a ceder,

mostrando que depois das trevas,

há luz.

Me seduz.

Me conduz.

Ela é a mensageira. Sorri.

Peço que seja ligeira.

É faceira.

Diz que será breve.

Fecho os olhos cansados,

Digo que acabou minha greve.

Me leve!

Seja doce comigo,

Morte.

Anúncios

13 comentários sobre “Bolero

  1. Gostei,inquietações,divagações nos atormentam,nos acompanham,nos tornam tão humanos !Parabéns vc descreve esta condição de maneira sensível,honesta!

  2. Você me fez lembrar um dos meus poemas favoritos sobre o tema:

    Despedida

    Eu deixarei o mundo com fúria.

    Não importa o que aparentemente aconteça,
    se docemente me retiro.

    De fato,
    nesse momento
    estarão de mim se arrebentando
    raízes tão fundas
    quanto estes céus brasileiros.

    Num alarido de gente e ventania
    olhos que amei
    rostos amigos, tardes e verões vividos
    estarão gritando a meus ouvidos
    para que eu fique
    para que eu fique.

    Não chorarei.
    Não há soluço maior que despedir-se da vida.

    (Ferreira Gullar – 1930)

    Bjo

  3. Adorei Roseli!
    Ao longo da vida passamos nos questionando sobre tantas coisas as quais algumas jamais saberemos as respostas. Talvez iremos descobrir somente no dia de nossa morte. Será?
    Beijos.

    • Coisa boa é saber que você gostou Mariel! Vindo de você, um mestre com as palavras, sinto-me honrada. E viva a vida! Com todos os reveses, tristezas, alegrias, frustrações. Ela é bárbara! Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s