Só de meias

barbarella

Sua vida tinha sido errada desde o início. A começar por seu nascimento. Sua mãe, uma hippie fora de órbita, tinha verdadeira adoração por cinema americano e fã ardorosa de Jane Fonda e sua personagem preferida, Barbarella. Por conta desse gosto duvidoso seu nome de batismo foi Barbarella Brilho Intenso Locano.

Pobre menina! Destinada desde o nascimento a ser motivo de inúmeras gozações. Dentro da própria família onde o bullying se estendeu para sua vida escolar.  Já imaginou o mico?

Na escola, recebeu os mais variados apelidos: Barba de Cadela, Barba Rala, e outros que é melhor esquecer.

De tanto incentivo para se tornar uma mulher sedutora, selvagem, animalesca mesmo, enfim, uma potranca como a personagem, a menina hoje já passou por sete colégios devido a sua conduta. Isso só no ensino fundamental II. Desde que começou a se desenvolver, Barbarella apresentou uma  erotização precoce. As professoras ficavam de cabelo em pé diante do que a menina falava e fazia em classe. Nas aulas de biblioteca então, tornou-se a atração principal para os meninos que se divertiam ao mesmo tempo em que se excitavam sem entender o que se passava de fato.

Por mais que as orientadoras pedagógicas chamassem Leonor, sua mãe, para uma conversa, esta nunca comparecia. De acordo com sua opinião, essas reuniões eram estafantes, desinteressantes e não levavam a nada. Era contra qualquer tipo de represália.

Hoje, Barbie, como é conhecida entre os colegas, ficou numa saia justa. Foi pega num box de banheiro feminino de seu colégio em horário de aula. Acompanhada de um rapaz do ensino médio, apenas vestida de seu par de meias 3/4 branca. O jovem, se borrando de medo de ser expulso pois está por um triz, simulou um mal estar e disse que ela entrou junto dele para dar uma força. A orientadora, contendo um riso com muito esforço, perguntou ao casal:

– Mas você passou mal e entrou num banheiro feminino? E o que ela fazia praticamente nua para te ajudar? Posso saber?

Um silêncio pesado pairou na sala. O rapaz, num último movimento para se safar, jogou-se ao chão e começou a se contorcer de dor.

Barbie num ato solidário para com seu colega, abaixou-se passou a mão na cabeça do jovem sofredor, depositou um beijo inocente em sua testa, e se levantou. Fazendo um ar de puritanismo mesclado com expressão pin-up fez biquinho de Bardot  e respondeu:

– Dona Isadora eu explico: o Juan é alérgico a muitas coisas. É sério! Ele sem querer comeu um sanduíche que tinha queijo e passou mal. Por isso suas cólicas. Tadinho olha como ele se contorce!

– Barbarella, seu tempo assim como minha paciência estão se esgotando. Ainda não vejo motivo para você estar ao lado dele só de meias. Explique melhor.

– Calma teacher! Não se exaspere que isso faz mal para o fígado.  Já chego lá. Então, como  falava, ele não é só alérgico a lactose. Tem muitas outras substâncias que fazem mal a seu organismo e um deles é perfume de amaciante. Como vi que ele estava tendo uma crise ao meu lado, decidi tirar toda a roupa que estava impregnada de amaciante e fiquei só de meias que não foram lavadas. Tenho usado ela já há uma semana. Se duvida pode cheirar mas, se fosse a senhora, não faria isso. Questão de saúde pública.

Com a cabeça fervendo em ver a cara de pau da garota e ao mesmo tempo se impressionando com tamanha criatividade e sangue frio, Isadora fez questão de fazer mais uma última pergunta antes de dar cartão vermelho aos dois.

– Perfeito Barbie. Perfeito! Agora só me esclarece mais uma coisa que ainda está nebulosa em minha cabeça: se ele passava mal, por que o banheiro feminino e não o masculino? Responde!

Novamente Barbie fez carinha de Von Tease, piscou algumas vezes expressando uma obviedade e respondeu fazendo biquinho Bardot:

– Oh é isso! Posso explicar também. Foi culpa exclusivamente minha e não do Juan. Tenho um sério desvio. Não consigo de imediato saber qual o lado direito e qual o lado esquerdo.  Já me confundi diversas vezes. E nessa correria de socorrer o colega, mais uma vez me enganei e entrei no banheiro feminino. Por desvio e por costume. Desculpe teacher!!!

Anúncios

2 comentários sobre “Só de meias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s