Desalinho

Casal-Brigado

(Imagem retirada do Google)

Tua mudez me tira o chão.

Minha insensatez te leva

para longe de minhas mãos.

No descompasso de nossos passos,

Movemos como peças em desalinho.

Para onde foi o encantamento?

Que outrora recitava

com métrica, ritmo e um certo

acalento?

Hoje, só restou sofrimento.

Cada um em sua bolha,

rabiscando palavras sem sentido

numa folha

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s