Minhas personagens do amor

Perder, esquecer, ser esquecida.

Na luta pela paixão já fui de tudo

Guerreira, santa, puta,

donzela destemida.

No tablado do amor

Busquei e causei muita dor

Saí no bloco das fatais

Fingi ser louca, pedi meus sais

E em seus ouvidos, gemi meus ais

Me fiz de otária, me passei por Amélia

Brinquei todo o carnaval ao seu lado

Simulei que não ligava ao te ver

Dar àquela Colombina,

Uma camélia.

Anúncios